Doutorize inicia parceria em Criciúma com os DPO’s Tiago Borges e Maria Cláudia Conti Costa para oferecer cursos, treinamentos, certificações e workshops, um dos cursos oferecidos é a formação de Data Protection Officer – DPO.

A Região Metropolitana Carbonífera é uma das que mais cresceu em Santa Catarina nos últimos anos. De acordo com dados da Secretaria da Fazenda do Estado, entre 2019 e 2020, cidades como Içara, Cocal do Sul e Criciúma tiveram, respectivamente, um crescimento econômico de 5,11%, 3,82% e 1,91%. E, muito desse resultado positivo, deve-se à confiança que o empresariado local deposita na região. E basta um olhar mais atento para perceber que, dentro desse panorama, há uma oportunidade sem precedentes para quem se mantém atento às mudanças do mercado. 

Segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da prefeitura de Criciúma, cidade sede da região, mesmo com a crise econômica causada pelo novo Coronavírus, mais de 270 empresas haviam sido criadas no município somente durante a pandemia. O número divulgado, em maio, mostra que os empreendedores locais confiam nos consumidores da região. Em contrapartida, é preciso, também, que os futuros clientes se sintam protegidos ao confiar nessas empresas. E, nesse contexto, a presença de um profissional como o DPO – Data Protection Officer torna-se imprescindível para que esse elo de confiabilidade não se quebre.

Sabe-se que, atualmente, os dados são o ativo mais valioso de uma empresa e protegê-lo acaba tornando-se essencial para a sobrevivência de qualquer modelo de negócio. Esse é o papel do DPO, figura central dentro de uma organização e que tem a missão de supervisionar toda a infraestrutura de proteção de dados de uma empresa. Denominado no Brasil como Encarregado, essa nova função surgiu com a criação do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) da União Europeia. 

O Brasil tem sua própria versão da legislação europeia, que entra em vigor em agosto de 2020. Chamada por aqui de Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), ela estabelece regras bastante rígidas para qualquer empresa, independentemente do porte, que colete, armazene e processe dados, seja de seus funcionários ou de pessoas de fora da organização. Por isso, contar com o suporte do DPO pode evitar uma variedade de problemas judiciais e, consequentemente, prejuízos financeiros bastante expressivos.

Claro, diante de tamanha responsabilidade, o cargo deverá, necessariamente, ser ocupado por alguém realmente capacitado. E esse é o papel da Doutorize. Somos uma startup de tecnologia educacional (Edtech) com foco em cursos e desenvolvimento de soluções educacionais na área jurídica, tecnológica e de gestão. E estamos trazendo para a região de Criciúma uma das capacitações mais procuradas por nossos alunos. Trata-se do curso Data Protection Officer – DPO. 

Voltada para advogados, profissionais de TI, administradores, entre outros, ao longo da capacitação serão ensinadas as mais recentes práticas e tecnologias para atuar como DPO. Ou seja, uma oportunidade real para quem deseja fazer parte da nova geração da tecnologia jurídica e exercer um papel de liderança dentro desse novo panorama mundial. 

Vale lembrar que a Doutorize conta com experiência em outros campos de capacitação. Entre eles, o inovador GBA de Learning Agility, considerado pela revista FORBES como um conjunto de competências essências para os líderes do futuro. Na prática, essa metodologia significa melhores índices de crescimento profissional e, consequentemente, na performance de resultados de uma organização. 

Temos também o MBA em Gestão de Vendas Complexas, no qual o aluno aprende com professores com ampla experiência de mercado, pois atuam em empresas referências como SOFTPLAN, INTELBRAS, OI, DELL e RESULTADOS DIGITAIS. Outra oportunidade é o curso Soft Skills aplicadas à negociação, conciliação e mediação, voltado para a especialização de profissionais como Advogados, administradores, assistentes sociais, psicólogos, entre outros. Com cursos e treinamentos focados e suporte de softwares inovadores, a Doutorize está, certamente, apta a preparar nossos alunos e alunas para os desafios das inevitáveis mudanças de mercado.

Boas-vindas e bom trabalho ao Tiago e Maria! E obrigado pela confiança.


Tiago Rosa Borges

Data Protection Officer (EXIN)
Advogado na Borges & Galli Advocacia. Egresso da primeira turma de DPO’s de Santa Catarina. Advogado na área de Direito Digital e Proteção de Dados. Parceiro oficial do curso de Data Protection Officer da Doutorize.

Maria Cláudia Conti Costa

Data Protection Officer (EXIN)
Advogada na Borges & Galli Advocacia. Egressa da primeira turma de DPO’s de Santa Catarina. Atuante na área de proteção de dados em Criciúma. Parceira oficial do curso de Data Protection Officer da Doutorize.